CÂMERAS CARREIRA CATEGORIAS DICAS PRODUÇÃO

VIDA DE FREELANCER PARTE 2

1 de abril de 2019

author:

VIDA DE FREELANCER PARTE 2

Fala galera! Seguindo em frente com esta série sobre a vida de freelancer, hoje vamos falar de equipamentos. Que tipos de itens você deve comprar para começar a trabalhar? O que você precisa levar em consideração é que existem alguns fatores para determinar que tipo de equipamento você deve comprar.

Ou seja, neste post, você vai precisar responder as seguintes perguntas:

  • Que tipo de trabalho estou fazendo?
  • Quais equipamentos outros freelancers estão usando?
  • Quanto você pode cobrar?
  • Quanto tempo esse equipamento vai durar?
  • Comprar ou alugar?

Vamos nessa?

Que tipo de trabalho estou fazendo?

O tipo de trabalho que você está fazendo deve ditar os equipamentos que você vai comprar. Se você está filmando documentários, então será necessário comprar câmera, lentes e acessórios que contribuam para esse tipo de gravação. Como você deve imaginar, quem está gravando comerciais precisa de equipamentos muito diferentes.

Obviamente que, se você estiver trabalhando em diferentes áreas de produção audiovisual, deverá comprar diferentes equipamentos que colaborem com cada estilo de vídeo.

Quais equipamentos outros freelancers estão usando

Em alguns mercados, pode muito bem haver uma câmera ou um equipamento que seja predominantemente usado. Se você está em um mercado onde todos estão usando um Sony FS7, então você provavelmente precisará comprar um Sony FS7. Se isso é o que os clientes estão pedindo, então há uma boa chance de você não ser contratado caso possua uma outra câmera (ainda que o resultados seja o mesmo ou até melhor).

Quanto posso cobrar?

Se você está cobrando quantia X pelo seu equipamento e serviços, então o equipamento que você compra deve caber financeiramente nesse modelo de negócios. Se você está cobrando apenas pelo preço de uma Canon C300, provavelmente não é uma boa ideia comprar uma RED VV Monstro 8K.

Em muitos casos, alguém com pouca experiência acaba comprando equipamentos caros por achar que essa é a única chance de ser contratado. A percepção que esse pensamento cria é: ei, eu tenho essa câmera ou equipamento específico, logo eu sei o que estou fazendo.

Ironicamente, às vezes isso funciona.

Não são poucos os casos de pessoas que foram contratadas simplesmente por terem uma RED. Eles podem ter apenas uma lente, duas baterias e armazenamento para filmar apenas uns 25 minutos, mas ainda assim eles ainda foram contratados porque o cliente queria uma RED.

Portanto, vale a pena balancear esse coeficiente.

Quanto tempo esse equipamento durará?

Lentes, tripés, filtros, áudio e mesmo luzes, até certo ponto, são itens que podem ser usados ​​por muito tempo. Eles também mantêm seu valor muito mais do que as câmeras. Esses acessórios geralmente significam um investimento inicial, mas eles se pagarão por muitos anos.

Muitas câmeras depreciam drasticamente, então você realmente precisa descobrir quanto tempo a câmera que você está comprando ainda será relevante para o tipo de trabalho que você faz. Infelizmente, nem todos temos uma bola de cristal. Portanto, às vezes, saber qual câmera comprar não é uma tarefa muito fácil.

Fazer escolhas de equipamentos baseadas apenas em decisões financeiras nem sempre é o melhor a se fazer. Você pode descobrir que compra determinados equipamentos porque gosta, facilita a sua vida ou produz melhores resultados.

Você tem que gostar do equipamento que você tem e usa. Não faz sentido comprar uma câmera ou um equipamento que você odeia usar. No final do dia, você não precisa justificar suas compras de equipamentos para ninguém além de você.

Devo comprar ou alugar?

Esta é outra questão difícil de responder. Isso realmente se resume ao tipo de trabalho que você está fazendo e ao equipamento que você precisa usar. Se você é um videomaker solo ou trabalha em equipes pequenas fazendo um trabalho constante com uma câmera que você vai usar por 3-4 anos, então faz pouco sentido alugar essa câmera.

Se você estiver trabalhando em produções de ponta em equipes grandes, o equipamento normalmente será alugado.

Existe uma conveniência em ter o seu próprio equipamento. Se você receber um trabalho, pode organizar o equipamento imediatamente, ao invés de ter que ir até a locadora, pegar e depois devolver. Além disso, ter seu próprio equipamento permite estar completamente familiarizado com seu funcionamento e operação. Alugar equipamentos pode significar também um tempo de aprendizado para se adaptar. E dizer ao cliente que você precisa ler o manual no meio do Set pode acabar sendo um problema.

E aí, gostou? Essa é a segunda parte da pequena série sobre a vida do freelancer em produção de vídeo. Existem diversos fatores que você precisa pensar antes de começar. Confira ainda este vídeo de Maurício Fonteles dizendo se é um bom negócio fazer seguro de equipamentos!

Espero que tenha gostado! E não se esqueça de se inscrever no canal da OZI no YouTube para receber muito mais conteúdos interessantes. Até mais!

Deixe o seu comentário