CATEGORIAS DICAS OZI VLOG

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE VÍDEO

17 de julho de 2018

author:

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE VÍDEO

Fala aí, pessoal! O vídeo de hoje é um especial com perguntas e respostas sobre o mundo da produção de vídeos. Neste post, Maurício Fonteles vai responder as mais variadas perguntas que vão de software a setups, até questões de cunho mais profissional como trabalhar com o seu portfólio, por exemplo

Dá uma olhada no vídeo aqui emabaixo e veja todas as respostas!

1. Qual a sequência usada para editar um vídeo? (exemplo: primeiro a montagem, depois o GC, tratamento de cor etc)

A primeira coisa que você deve pensar é em organizar bem o seu material. Depois fazer a sincronia de áudio e vídeo, caso eles sejam gravados em equipamentos separados. Quando partir para a edição, escolha tudo o que você precisa para estruturar a história que você quer contar e monte a narrativa. Só então você deve seguir para o refinamento como tratamento de imagem e som, correção de cor e artes finais, antes de exportar.

2. Onde fica a escola e qual o custo para estudar?

A OZI é uma escola completamente online para estudar à distância de qualquer lugar do mundo. Aqui nós temos diferentes cursos com diferentes valores. Sem dúvida algum deles vai ajudar bastante nas suas produções. Clique aqui para conhecer toda a nossa lista de cursos.

3. Qual a utilidade do Softbox?

O Softbox oferece a possibilidade de criar uma iluminação mais difusa, aumentando a fonte luminosa e colocando uma superfície de difusão fazendo que você tenha sombras mais controladas, sem feições muito marcadas. Confira neste post sobre iluminação no qual falamos sobre o assunto.

4. Qual a melhor maneira de dinamizar um vídeos estilo palestra?

Para criar uma dinâmica interessante em vídeos em formato de palestra é necessário trabalhar com várias câmeras e explorar ângulos diferenciados, como um panorama geral do evento, uma câmera lateral e uma outra em movimento para captar reações e comentários da plateia, por exemplo. Dessa forma, você garante um melhor ritmo para a produção. É importante lembrar que tudo isso depende muito também da fala e da performance do palestrante.

5. A nova Black Magic Pocket Cinema 4K vai valer a pena?

Com certeza, mas é necessário entender bem o workflow deste equipamento, além de saber que o sensor dela é um pouco menor. Apesar de tudo, a Black Magic sempre traz câmeras interessantes e bem características pro mercado.

6. Tem algum livro que você recomenda para quem está começando na edição de vídeo?

No vídeo, Maurício recomenda o livro “Técnicas de Edição para Cinema e Vídeo”, do autor Ken Dancynger. Este livro não trata exatamente de softwares, mas faz um panoramda histórico e conceitual da linguagem cinematográfica de edição.

7. Não entendo nada de vídeo, nesse curso vou aprender e ficar com uma boa base?

O Curso de Produção de Vídeo da OZI é um treinamento super compoleto e oferece aos alunos muitos fundamentos e técnicas. Mesmo que você nunca tenha produzido um vídeo ou tenha só testado com o seu celular, ele vai te dar uma estrutura de como trabalhar com vídeo desde o começo até a pós-produção.

8. Quais são os passos para se fazer um roteiro para vídeos de conteúdo?

Primeiro, encontre algo que seja interessante sobre o qual você quer falar. Algo que mova o seu público, que resolva alguma dúvida, enfim… que leve as pessoas a se interessarem pelo vídeo. Uma outra dica importante é que seu vídeo não deve focar em diversos assuntos ao mesmo tempo (a não ser que seja de perguntas e respostas como esse), mas se você conseguir pegar um assunto e conseguir explorar com uma linguagem bem dinâmica, tenho certeza que você vai se destacar.

No vídeo, Maurício dá o exemplo dos 4P’s, uma boa técnica na hora de escrever um roteiro que consiste em focar nos seguintes pontos: Pessoa (o público com quem você quer conversar), Places (o lugar que você quer representar), o Plot (a trama, o ponto de virada) e o Purpouse (o propósito, quais as suas intenções com aquele conteúdo).

9. Vale a pena comprar um Crane para quem tem uma Rebel ou uma câmera de entrada?

Você tem que medir bem qual vai ser o seu próximo investimento. O Crane não tem relação direta com o fato de sua câmera ser melhor ou pior. O que ele vai fazer é oferecer base sólida para movimentos mais fluidos. Uma câmera como a T3i, por exemplo, alcança boa qualidade e pode ser utilizada com o Crane. Entretanto, em primeiro lugar você deve pensar no seu som, na iluminação e no seu tripé. Caso você não tenha esses três, talvez não seja a hora certa de investir num Crane.

Antes de definir o seu investimento, saiba também exatamente para que você precisa daquele equipamento. Reflita se o seu tipo de trabalho realmente exige para não gastar com algo que não gere retorno.

10. Qual o microfone mais recomendável de até 150 reais?

O microfone de lapela Sony ECM-CS3 pode ser encontrado no Mercado Livre na faixa de preço entre R$120-130. Este é um excelente equipamento para ligar direto na câmera ou mesmo em um gravador.

11. Existe algum problema em criar uma sequência em 1080p para editar material em outra resolução como 4K?

De forma alguma. Você pode sim criar uma sequência em 1080p e colocar o seu material em 4K. Na verdade, isso é o que a gente mais faz aqui na OZI. Grande parte dos vídeos editados e publicados aqui são filmados em 4K e editados em 1080p. Lembrando também que você pode ainda trabalhar com reenquadramento de imagem, de acordo com sua necessidade.

12. Eu criei um portfolio no Wix, mas precisa pagar pra publicar. Vale a pena?

Cara, tudo que possa trazer mais trabalhos ou expor as suas produções para mais gente vale a pena. Além disso, é super importante centralizar tudo isso num portfolio dentro de um site. Apesar disso, não deixe também de usar as suas redes sociais, pois este investimento é gratuito e publicar o seu conteúdo no Facebook, Instagram ou YouTube pode também projetar o seu trabalho de forma bastante efetiva.

13. Quando estamos começando a investir em equipamentos para vídeos é melhor investir em áudio antes de luz?

Sim. Não adianta ter uma ótima imagem com áudio ruim. Pense nisso: é possível usar a luz natural para fazer captação de imagem, mas você não vai conseguir um áudio de qualidade usando só o microfone da câmera. E sabemos que as pessoas são mais sensíveis a problemas relacionados ao som do que à imagem. Então talvez seja uma boa investir primeiro no som, para depois pensar na iluminação.

14. Quando você decidiu seguir para a área de vídeos, o que você colocou como prioridade?

Nas palavras de Maurício:

“Eu sempre procurei fazer trabalhos que eu acreditasse e gostasse. Principalmente trabalhar com amigos e parceiros. Porque se você está fazendo algo que você gosta num ambiente que você não gosta, não vai funcionar. E você pode sim escolher, não ache que isso acontece só depois de um tempo. Você pode sim direcionar o seu trabalho, o seu talento para fazer as coisas que você gosta de fazer. Pode ser que quebrar essa barreira dê um pouco mais de trabalho no começo, mas vale a pena.”

15. Nessa profissão tem como ter uma vida financeira boa ou sustentável?

Sim, completamente. Claro que primeiro você precisa se organizar e depois se dedicar bastante. Maurício conta que tem uma vida muito tranquila hoje, mas que é necessário estar sempre pensando além. Não adianta pensar que o seu vídeo de hoje vai servir para sempre, especialmente se você trabalha como freelancer. Você precisa saber como organizar as suas finanças e cabe só a você correr atrás dessa vida sustentável.

16. Edição se cobra por hora? Filmagem aérea se cobra por bateria?

Maurício conta no vídeo que não gosta de cobrar por hora. Porque você acaba criando uma certa ansiedade tanto em si, quanto no cliente. Uma excelente saída é cobrar por projeto. É interessante que você entenda quanto tempo leva para realizar cada projeto para que você mensure e crie seus orçamentos de forma interessante para você. Comece a medir quanto tempo você leva para fazer determinado tipo de edição e a partir daí determine um valor/hora para ter uma estimativa base de quanto cobrar por estes projetos.

Isso demanda também conhecer o projeto, o cliente, conversar e ser o mais aberto possível para não sair perdendo. E, sempre que possível, coloque uma gordurinha no valor final para que você trabalhe com mais tranquilidade.

17. Qual a melhor câmera para gravar vlogs: Sony, Canon ou Panasonic?

Antes de falar da câmera especificamente, você precisa entender que tipo de vlog você faz, se é um vídeo na rua, mais solto por exemplo e como você filma, se sozinho ou com uma equipe. No vídeo, Maurício fala da Canon SL2, que é uma câmera leve, com entrada para microfone, tela que gira e ótima qualidade de imagem, embora não faça vídeos em 4K. O grande lance dela é que ela dá versatilidade para produzir fácil e rápido, sempre que precisar.


 

E aí, curtiu as respostas? Tem mais alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários e não se esqueça de seguir a OZI no YouTube, onde você vai encontrar muito mais dicas como essas semanalmente.

Até mais!

Deixe o seu comentário