CARREIRA CATEGORIAS DICAS FILMAGEM PRODUÇÃO

5 ERROS DE UM VIDEOMAKER INICIANTE

29 de dezembro de 2018

author:

5 ERROS DE UM VIDEOMAKER INICIANTE

Fala galera! Hoje vamos mostrar aqui alguns erros que você não deve cometer como videomaker. Já falamos disso no começo deste blog, mas dessa vez o canal Cinecom.net reuniu 5 pontos para evitar ao começar a produzir vídeos.

Videomakers são humanos, então é completamente natural que errem em algum momento. Não importa se você é a maior revelação do mercado audiovisual do último ano, você vai acabar cometendo erros e não vai ser legal quando eles acontecerem.

Assista o vídeo abaixo e confira a lista completa (em inglês):

5 erros para evitar como videomaker:

1. Gastar muito dinheiro em uma câmera

O grande problema aqui é gastar dinheiro com equipamentos que podem não permanecer no seu trabalho. Ou mesmo que fiquem obsoletos em pouco tempo. Existem muitas outras maneiras de investir. A dica aqui é: se você tem dinheiro para investir em equipamentos, leia e descubra o setup que vai durar mais tempo no seu trabalho.

2. Se preparar demais ou não se preparar o suficiente

Geralmente, há dois tipos de videomakers iniciantes: aqueles que se preparam muito pouco e os que se preparam demais. Ambos podem ser problemáticos. Se você se preparar pouco, com certeza vai se deparar com uma infinidade de problemas, desde esquecer equipamentos importantes em casa até gastar tempo demais preparando seu setup.

No entanto, se você se preparar demais, correrá o risco muito real de nunca sair do estágio de pré-produção. Vai continuar pensando por semanas ou meses até que todo o esforço pareça não valer mais a pena.

Uma boa coisa a fazer é dar a si mesmo uma quantidade específica (e limitada) de tempo para se preparar. Depois de atingido o prazo, comece a produção. Pode ser que você não esteja 100% preparado para tudo, mas 1) isso é ser videomaker e 2) realmente funciona melhor assim.

3. Não ser você mesmo

Você quer ser o próximo Kubrick? O próximo Spielberg? O próximo Kurosawa? Que pena. Você nunca será essas pessoas porque elas eram essas pessoas e você é você. É ótimo se inspirar nas carreiras destes cineastas e querer ao menos um pouco do espírito daquelas produções em seus trabalhos. Só não se esqueça de que você continua sendo você.

Encontre sua própria voz e seu próprio estilo. Descubra que tipos de histórias você quer contar e descubra como você as sintetiza de maneira pessoal por meio de sua própria abordagem criativa. Qualquer um pode ser um homem pobre como Kubrick, Spielberg ou Kurosawa, mas ninguém pode ser tão você quanto você mesmo.

4. Não aprender com os melhores

Existem recursos de produção cinematográfica por toda parte! A internet está repleta de tutoriais, guias, artigos e cursos que vão ajudar a aprender qualquer coisa que você queira saber sobre cada fase da produção.

Apenas certifique-se de aprender com os melhores. Contudo, eu não necessariamente quero dizer os “melhores” cineastas. Quero dizer, aprenda com fontes que podem ensinar o que você precisa aprender da melhor maneira possível.

Dica: aprenda com a OZI 😉

5. Não prestar atenção aos detalhes

Por fim, tudo importa no cinema, desde as lentes que você usa até a comida que você serve. Como um iniciante, você concentra muito do seu tempo, dinheiro e energia nas coisas que você acha que são mais importantes, embora elas não sejam. Um exemplo é procurar ter a melhor câmera disponível para você, sem perceber que sua noção de fotografia é básica demais, por exemplo.

E aí, você cometeu alguns destes erros na sua carreira? Cometeu outros? Conta pra gente aqui nos comentários. Ah, e não se esquece de seguir o canal da OZI no YouTube para mais dicas e conteúdos exclusivos. Até mais!

Deixe o seu comentário