CARREIRA CATEGORIAS DICAS EDIÇÃO PRODUÇÃO PRODUTIVIDADE

12 DICAS PARA EDITAR ENTREVISTAS

28 de agosto de 2019

author:

12 DICAS PARA EDITAR ENTREVISTAS

Fala galera! Seja você um documentarista, um jornalista de vídeo ou uma empresa que produz depoimentos em vídeo. Fazer uma narrativa cativante com a história que você precisa contar requer criatividade e foco nas filmagens das entrevistas que você tem à sua disposição.

A maneira como você aborda o processo de edição de vídeo pode melhorar ou interromper seu fluxo de trabalho criativo. Afinal, o paradoxo aqui é: o tempo que você pode dedicar para moldar juntos a melhor história contra peneirar suas filmagens para encontrar as melhores citações.

É por isso que é importante melhorar seu processo de edição de vídeo, especialmente ao lidar com um projeto cheio de entrevistas. Portanto, aqui estão algumas dicas relacionadas na No Film School sobre como melhorar a eficiência ao editar entrevistas em vídeo, incluindo práticas recomendadas, fluxo de trabalho e edição de vídeo com transcrições de entrevistas.

1. Organize filmagens e nomes de arquivos primeiro

Em primeiro lugar, é extremamente importante ter uma pasta de projeto organizada. Nós já falamos sobre isso em outra oportunidade aqui mesmo no blog. Registrar seus arquivos de mídia e colocá-los em subpastas ajudará você a localizar e identificar rapidamente os principais elementos do seu projeto de vídeo.

2. Crie uma pasta de projeto

Em seguida, Crie uma pasta separada para cada projeto em que você trabalha. E use ela sempre para colocar arquivos de mídia relacionados ao projeto.

Quaisquer arquivos usados ​​em um projeto devem ser copiados e referenciados da pasta do projeto. Isso garante que a mídia não desapareça e você possa transferir facilmente a mídia do projeto para outro dispositivo.

3. Classifique arquivos de projeto em subpastas

Organize filmagens e tipos de mídia diferentes em suas próprias subpastas. Por exemplo, criar subpastas para filmagem, áudio, imagens, gráficos e arquivos de projeto é uma ótima maneira de organizar suas filmagens.

4. Nomeie os arquivos de mídia

Nomeie seus arquivos de mídia com identificadores exclusivos, em vez de confiar nas convenções de nomenclatura padrão da câmera. Você também pode renomear seus arquivos por data, nome do local ou o que for mais adequado para você encontrar as imagens mais rapidamente.

Se você tiver várias entrevistas, use os nomes e sobrenomes e iniciais para diferenciar os nomes dos arquivos. Use extensões de nome como “-A” e “-B” para diferentes ângulos da câmera para a mesma cena. Adicione extensões de nome como -Broll para especificar quais fotos não fazem parte da sequência de entrevistas e devem ser consideradas suas imagens de cobertura.

5. Importe os arquivos para o software de edição de vídeo

Com toda a sua mídia organizada em suas pastas, certifique-se de criar o projeto na mesma pasta pai com o software de edição de vídeo.

Em seguida, basta arrastar e soltar suas subpastas no compartimento do editor e o programa manterá a hierarquia de arquivos no editor. Tudo organizado!

6. Sincronize e monte clipes de vídeo imediatamente

Com todas as filmagens em seu software de edição de vídeo, é hora de começar a juntar os clipes. Antes de começar a editar, no entanto, convém ter certeza de que todas as filmagens de sua entrevista estão sincronizadas com os arquivos de áudio gravados externamente do seu gravador de áudio.

7. Sincronize a filmagem da entrevista

Não há muito que você possa fazer sem ter todas as entrevistas sincronizadas e prontas para o bloco de corte. Em softwares de vídeo como o Premiere, você pode facilmente mesclar um videoclipe com vários arquivos de áudio. Ou, você pode sincronizar uma sequência de várias câmeras que possui vários ângulos de câmera e faixas de áudio.

8. Monte os clipes sincronizados

Comece a montar seus clipes de entrevista na linha do tempo. Use sua faixa de áudio como referência para garantir que todos os clipes de uma entrevista sejam fiéis ao timecode. Não comece a cortar clipes ainda e, sobretudo, não faça cortes na faixa de áudio principal.

Do mesmo modo, isso permitirá que você faça o pedido de transcrições ou arquivos de legendas com codificação de tempo imediatamente, caso isso faça parte do seu fluxo de trabalho de edição de vídeo.

9. Mantenha as entrevistas separadas

Se você tiver várias entrevistas, crie uma nova sequência para cada uma delas. Dessa forma, se você precisar fazer referência a timecodes e / ou notas específicas da equipe de produção, ter cada entrevista em linhas de tempo separadas ajudará você a encontrar imagens específicas muito mais rapidamente na pós-produção.

10. Edite com uma transcrição de entrevista

Você pode nunca ter editado entrevistas com uma transcrição, mas depois disso, é quase impossível voltar atrás. Ter transcrições de entrevistas para fazer referência ao editar faz com que você encontre as frases certas e citações de maneira muito mais rápida.

Benefícios da Edição com Transcrições de Entrevistas

A edição com uma transcrição pode ser uma ferramenta muito útil ao editar longas entrevistas em um curto período de tempo. Aqui estão alguns benefícios de ter uma transcrição ao editar entrevistas em vídeo:

  • Edite no papel: use o texto transcrito para editar sua entrevista antes de tocar na gravação. Algumas das melhores edições podem vir de suas anotações;
  • Identifique dados qualitativos e quantitativos: destaque pontos-chave, métricas, temas e respostas importantes com uma rápida leitura;
  • Encontre palavras-chave e citações específicas: Pesquise um arquivo de transcrição digital para encontrar palavras rapidamente;
  • Escolha as melhores frases: evite perder tempo editando a tomada errada ou não percebendo que houve uma fala melhor depois na gravação;
  • Use time-codes: determine quadros específicos na filmagem que você gostaria de referenciar.

11. Atalhos do teclado

Atalhos de teclado podem ser uma proteção em tempo real. Em vez de gastar vários segundos clicando e navegando pelos menus de opções, faça o trabalho pressionando apenas uma tecla. Já falamos por aqui também algumas formas de tornar o teclado mais acessível para o editor neste post.

Além disso, se você realmente quiser ir além, existem capas de teclado com todos os atalhos indicados para você!

12. Deixe a mixagem de áudio e correção de cores por último

É natural que cineastas solitários e editores amadores fiquem animados assistindo as filmagens e queiram fazer logo a correção de cores e mixagem dos níveis de áudio imediatamente, com a finalidade de ter logo o produto final, isso pode ser uma batalha a se combater.

No entanto, passar o tempo corrigindo a cor e editando o áudio antes do tempo certo pode desperdiçar muito tempo. Você pode acabar ajustando clipes que você nunca vai usar ou até mesmo assistir novamente. Como o seu objetivo é editar de forma eficiente, deixar a mixagem de áudio e correção de cores para o último é a melhor forma de usar o seu tempo.

Se você acha que há espaço para melhorar sua organização de arquivos de mídia, a ordem do seu processo de edição, usando atalhos de teclado ou editando com um arquivo de transcrição. Ou seja, encontre um fluxo de trabalho de edição que funcione melhor para você e seus projetos.

Por fim, isso quer dizer que, estas dicas acima funcionam em grande parte dos casos. De qualquer forma, cada produção tem suas especificidades e pode ser que alterar alguns destes passos ou mesmo incluir novas técnicas pode facilitar a sua vida enquanto editor.

E aí, gostou? Deixe seu comentário dizendo o que você faz para melhorar o seu fluxo de edição de entrevistas. E não se esqueça de se inscrever no canal da OZI no YouTube para receber muito mais conteúdos interessantes e relevantes para a sua carreira.

Até a próxima!

Deixe o seu comentário