CÂMERAS CARREIRA CATEGORIAS DICAS

COMPRANDO EQUIPAMENTOS USADOS

7 de agosto de 2019

author:

COMPRANDO EQUIPAMENTOS USADOS

Fala pessoal! A compra de equipamentos usados ​​pode ser um ótimo investimento para a sua carreira, mas também pode envolver alguns riscos. No post de hoje, vamos discutir sobre quais riscos você deve evitar e quais características deve tomar mais cuidado na hora de comprar o seu equipamento.

No atual mercado audiovisual, parece que todos estão buscando as melhores e mais recentes câmeras e tendências do mercado. De Full HD a 4K a 60 fps a qualquer coisa que as pessoas queiram fazer em 8K. Parece que os grandes anúncios e novidades tecnológicas aparecem com cada vez mais frequência.

Para um cineasta ou cinegrafista que simplesmente deseja comprar uma câmera, ela pode ser um pouco avassaladora. Você não quer sair e comprar uma nova câmera de R$ 15 mil reais só para vê-la se tornando antiga até o final da semana.

Devido a esse transbordamento no mercado, muitos videomakers que economizaram e estão prontos para fazer um investimento – grande ou pequeno – acabam optando por aparelhos usados. Entretanto, comprar usado também significa que você precisa realmente pesquisar e saber o que está recebendo.

Ou seja, você precisa ser cauteloso ao considerar todos os riscos que acompanham as suas compras de equipamentos.

Certifique-se de que você está realmente fazendo um bom negócio

Antes de mergulhar nesse universo dos equipamentos usados, você definitivamente vai querer fazer sua pesquisa de mercado. Para começar, você pode sempre procurar o valor que cada câmera (ou equipamento ou equipamento) custa atualmente. Neste momento, você também pode verificar uma estimativa para os mesmos equipamentos, porém usados.

Você pode começar procurando em sites de grandes revendedores e depois partir para sites como Mercado Livre e Ebay. Talvez grupos em redes sociais, onde usuários vendem seus equipamentos usados. Dessa forma, você começará a ter uma base de que câmeras ou acessórios podem valer ou não a pena.

Lembrando também que algumas lojas vendem equipamentos recondicionados, revisados ou restaurados. De qualquer forma, o preço deve ser sempre inferior ao de um equipamento novo. Você nunca deve pagar o mesmo preço por algo usado como se fosse novo.

Verifique o sensor

Quando tiver a chance de checar uma câmera pessoalmente, aproveite para dar uma olhada completa. A principal parte aqui é verificar o sensor. Danos apenas estéticos em câmeras ou equipamentos são, de modo geral, fáceis de identificar, porem qualquer pequeno arranhão ou acúmulo dentro da câmera pode se tornar um grande problema.

Portanto, inspecione o sensor de fora primeiro para detectar qualquer dano perceptível e só então comece a fazer testes.

Gravar imagens de teste

Tendo comprado câmeras usadas para vídeo e fotografia, para mim, isso parece ser uma prática bastante comum e, provavelmente, a melhor maneira de testar para garantir que o equipamento de segunda mão no qual você está investindo seja realmente funcional e funcione corretamente. Para a fotografia, você pode simplesmente tirar algumas fotos de teste. Tente fotografar em diferentes aberturas e tire algumas fotos de fundos limpos – como um céu azul ou uma parede branca. Isso ajudará você ao inspecionar as imagens para ver se há pontos ou defeitos.

Para o vídeo, você pode tentar as mesmas coisas, mas é claro, gravando vídeo. Tente gravar em quadros diferentes por segundo. Experimente lentes diferentes. (Se puder, traga suas próprias lentes para garantir que elas também se encaixem). Tente, da melhor forma possível, replicar o fluxo de trabalho pretendido com a nova câmera ou equipamento. Se puder, leve seus próprios cartões e laptops para garantir que as filmagens sejam enviadas e não sejam danificadas por suas edições.

Revisões para problemas comuns

Juntamente com sua pesquisa inicial sobre preços de equipamentos e câmeras usados, também é útil pesquisar revisões para encontrar problemas comuns associados a câmeras que podem aparecer depois de alguns anos. Faça uma lista de todos os possíveis problemas que as pessoas relataram e pergunte se algum desses problemas (ou sinais de aviso desses problemas) foram notados com o equipamento.

Verificar a contagem do obturador

Embora nem sempre seja um problema com todas as câmeras, para muitas DSLRs no passado, verificar a contagem de disparos era saber o quanto a câmera tinha de desgaste. Pode não ser o equivalente a quilómetros rodados de um carro, mas pelo menos lhe daria uma ideia.

Se você está olhando estritamente para câmeras de vídeo, você pode perguntar sobre seu uso. As bandeiras vermelhas a serem observadas são câmeras ou equipamentos que foram usados ​​em condições climáticas extremas (quentes ou frios), bem como em ambientes arenosos, como na praia ou em longas caminhadas ou viagens.

Você provavelmente nunca saberá a verdadeira história de suas câmeras ou equipamentos usados. Contudo, se seguir essas etapas e fizer as perguntas certas, diminua as chances de investir em uma peça de equipamento que possa afetá-lo bem antes do esperado .

Por fim, comprar equipamentos usados pode ser algo que vai lhe economizar um dinheiro e trazer grandes benefícios. Então siga estas dicas sempre que se interessar em comprar equipamentos e boas produções!

Espero que tenha gostado! Não se esqueça de acompanhar a OZI no Facebook, Instagram e se inscrever no canal do YouTube para receber mais conteúdos e novidades. Até a próxima!

Deixe o seu comentário