AFTER TIPS CATEGORIAS DICAS PRODUÇÃO TUTORIAIS

AFTER EFFECTS: NOÇÕES FUNDAMENTAIS

2 de setembro de 2019

author:

AFTER EFFECTS: NOÇÕES FUNDAMENTAIS

Fala galera! Hoje vamos dar duas dicas incríveis para quem está começando a se aventurar no After Effects. Na verdade, são duas noções simples, mas que podem ajudar a diferenciar o seu trabalho de animação.

No OZI Tools #27, Franscisco Catão explica como criar movimentos simples utilizando keyframes de posição dentro do After. E depois, entenda também como configurar estas velocidades para que os objetos se movimentem como você imaginou. Dá uma olhada abaixo:

Muitas vezes, para alguém que está começando a criar animações no After Effects, usar os keyframes de posição para o começo e para o fim parecem suficientes para gerar o movimento. Contudo, existem algumas formas dessas animações fluirem mais naturalmente.

Trabalhando com keyframes

Como você pôde assistir no vídeo acima, Francisco Catão cria um projeto no formato padrão 1920 x 1080 pixels. Em seguida, ele cria dois objetos de texto que vão servir para exemplificar como trabalhar esses movimentos.

Então, selecione o objeto, clique “P” para criar o movimento de posição. Crie um keyframe clicando no relógio. Depois, arraste o cursor para 20 frames e arraste o objeto para sair ou entrar na tela, conforme a necessidade.

Ease ease

Este recurso funciona para não deixar a sua animação muito dura. Para isso, clique em cima do keyframe, depois Keyframe Assistant > Ease ease. Isso vai deixar a entrada e a saída da sua animação mais suaves.

Para facilitar o seu trabaho é possível também simplesmente selecionar os keyframes dos seus objetos e clicar em F9 para acionar o Ease ease.

Gráficos no After Effects

A forma mais interessante de customizar a velocidade de cada keyframe é utilizando o Graph Editor do After Effects. Com ele, você verá um gráfico de velocidade ou de valores e poderá alterar cada keyframe de acordo com a necessidade e a velocidade que você precisa para cada ponto.

No exemplo citado pelo professor Francisco Catão, ele aumentou a suavização do último keyframe, criando um efeito mais natural para a animação.

Uma última dica dada neste OZI Tools é trabalhar bastante o offset, ou seja, a diferença de tempo entre uma animação e outra. Isso ajuda a manter a sua animação sempre em movimento, sem espaços parados na tela.

Por fim, estas são algumas dicas para iniciantes em motion graphics que podem ajudar bastante a sair na frente em suas produções. Espero que tenha gostado e não se esqueça de acompanhar o canal da OZI no YouTube para receber muito mais conteúdos interessantes como este.

Até a próxima!

Deixe o seu comentário