CATEGORIAS DICAS EDIÇÃO OZI VLOG

VOCÊ SABE O QUE É PROXY?

30 de maio de 2018

author:

VOCÊ SABE O QUE É PROXY?

Fala galera! Hoje vamos falar um pouco sobre este termo utilizado na linguagem da edição de vídeo, principalmente para determinar o uso de arquivos mais leves, o Proxy. Com estes procedimento, o editor pode trabalhar mais tranquilamente durante o projeto.

Como sabemos, algumas câmeras produzem arquivos grandes e pesados demais para rodar em determinados sistemas operacionais. Com uma configuração mediana, muitas máquinas acabam tendo alguns problemas de processamento para abrir e importar estes arquivos.

Isso ocorre tanto em equipamentos que filmam em RAW (sem compressão), quanto em câmeras atuais mais  simples, porém com resolução em 4K.

Assista abaixo o OZI Vlog #262, onde Maurício Fonteles conta um pouco sobre o assunto:

Como utilizar Proxy para a edição de vídeo

Como dissemos acima, a técnica Proxy consiste em converter arquivos para versões mais leves e dessa forma trabalhar com maior praticidade durante o seu projeto.

Para isso, você pode começar a editar os vídeos com arquivos convertidos para formatos menos pesados, por meio do Adobe Media Encoder. Falamos em outro post sobre como utilizar este programa, como você pode ver neste link.

Posteriormente, na hora da finalização ou mesmo durante o processo de correção de cor, o editor pode alterar os arquivos Proxy. Ou seja, neste momento, você troca os arquivos para as versões originais e mais pesadas.

Assim, você utiliza arquivos maiores apenas para uma parte final do projeto, que necessita primordialmente dos arquivos gravados originalmente.


Portanto, como você pode ver é uma técnica bastante simples. Utilizar Proxy é aproveitar arquivos menores criados no começo do processo e depois trocar no momento da finalização.

E aí gostou? Essa é uma excelente forma de trabalhar vídeos, especialmente se você edita vídeos com uma máquina de configuração mais baixa.

Importante: esta técnica não diz respeito a máquinas de configuração mínima, como computadores de entrada e de baixo processamento, por exemplo. Vale a pena experimentar o uso do Proxy para notar como o seu equipamento se comporta.

Qualquer dúvida, deixe o seu comentário. Por fim, aproveite também para seguir o canal da OZI no YouTube. Lá você vai encontrar muitas dicas, reviews e tutoriais sobre o universo do audiovisual. Até a próxima!

Deixe o seu comentário