CATEGORIAS DICAS ILUMINAÇÃO PRODUÇÃO

EXTERNAS COM CÂMERAS SONY

29 de agosto de 2018

author:

EXTERNAS COM CÂMERAS SONY

Fala pessoal! Gravar externas é um trabalho que precisa de atenção em diversos pontos. Se você não estiver totalmente preparado para configurar o seu equipamento, pode acabar tendo um resultado final inesperado ou fora do que você realmente procurava.

No IZO #013, o professor Lucas Guesser fala sobre o uso de câmeras mirrorless da Sony como a A7S, A7SII, A6300 e A6500 e dá algumas dicas para garantir um melhor resultado nas suas produções.

Dá uma olhada!

Dicas para gravar externas durante o dia com Câmeras Mirrorless da Sony

1. Boa latitude x Arquivo amigável

As câmeras mirrorless têm a grande vantagem de poder rodar em perfis de cor flat como SLOG-2 e SLOG-3. A questão é que muitos modelos não tem o arquivo codec interno muito potente. Então, rodar com o perfil de cor muito flat, pode significar também alguns problemas ao fazer a correção de cor do seu material. Neste caso, você não consegue recuperar a saturação e o contraste necessários para um arquivo tão comprimido.

Portanto, é necessário procurar uma maneira de ter um arquivo que seja relativamente flat. Ou seja, que preserve a latitude, mas que também seja amigável para trabalhar na pós-produção.

Dica: A melhor combinação é utilizar SLOG-2 com perfil de cor S-Gamut 3.cine. Isso vai render imagens com bastante latitude e informação nas baixas e altas luzes, mesmo em dias de sol forte. Ao mesmo tempo, esse espaço de cor não vai oferecer tanta dificuldade para buscar saturação de tons de pele, por exemplo.

2. Evite a subexposição da imagem

Apesar de trabalhar com taxas de ISO muito boas, as câmeras mirrorless da Sony precisam de cuidado nos perfis de cor para que você não tenha ruídos na imagem, mesmo ao rodar externas durante o dia.

Para preservar o máximo de latitude possível na imagem, perfis de cor como o SLOG-2 e SLOG-3 levantam o piso da sua curva de luminância, ou seja, pegam a parte mais escura da sua imagem e levantam a área de pretos, puxando o ruído para cima.

Dessa forma, você pode acabar tendo problemas na hora de tentar compensar a exposição na pós-produção, trazendo esse ruído junto.

Dica: Tente superexpor a sua imagem sem perder a informação nas altas luzes.

3. Zebra 90%

A dica final é uma técnica bastante prática: acesse o menu da câmera e coloque a Zebra em 90%. Depois disso, faça sua exposição de maneira com que o céu fique Zebrado no monitor da câmera durante as gravações externas.

Assim, a câmera vai marcar o índice de exposição daquele trecho em 90%. Fazendo isso, você vai garantir que a imagem do céu não estoure e que a latitude da sua imagem compense muito bem o resto da exposição. Em resumo, você vai ter detalhes nas sombras e tons de pele muito bem expostos.

 


Essas foram três dicas para filmar com câmeras mirrorless da Sony em externas durante o dia. Fique ligado no canal da OZI no YouTube para receber outras dicas como esta e até a próxima!

Deixe o seu comentário