CARREIRA CATEGORIAS DICAS PRODUÇÃO

5 ARREPENDIMENTOS NO YOUTUBE

30 de outubro de 2018

author:

5 ARREPENDIMENTOS NO YOUTUBE

Fala galera! Quem está começando um canal no YouTube tem sempre algumas preocupações legítimas. Você sabe que precisa produzir conteúdo que chame a atenção do público. E mais do que isso, sabe que a qualidade de imagem e som pode ser impactante também.

No vídeo abaixo, Caleb do canal DSLR Video Shooter fala sobre todos os seus arrependimentos durante a história do seu canal no YouTube. Algumas dicas super valiosas tanto para quem está começando, quanto para quem já conhece este universo.

1. Tratar o YouTube apenas como plataforma de hospedagem

A primeira experiência contada por Caleb foi o fato de usar o YouTube apenas como uma ponte para seu próprio site. Ele diz ter trabalhado assim por muitos anos. Assim que tomou a decisão de usar o YouTube como plataforma principal, sem depender do seu site externo, tudo mudou.

2. Conteúdo demais

Muita gente pensa que quanto mais vídeos você tiver no seu canal no YouTube, melhor para você. O que pode acabar acontecendo é que você acabe deixando de lado a ideia de fazer conteúdos de qualidade, apenas para ter mais quantidade de vídeos e atrações no seu canal.

Produzir conteúdo não é uma tarefa simples e colocar vídeos demais no seu cronograma pode gerar um impacto negativo na qualidade das suas produções.

Procure começar com vídeos semanais.

3. Conteúdo quebra-galho

O que ele chama de “filler content” são vídeos feitos em cima da hora para cobrir buracos. Naquele momento que você não tem conteúdo para publicar, mas vai acabar perdendo a data do seu cronograma.

Segundo Caleb, é mais interessante pular uma semana e criar um conteúdo de valor do que simplesmente publicar um vídeo apenas para cumprir tabela.

4. Aceitar pautas demais

Este é um ponto específico do canal de Caleb, que faz reviews de equipamentos. Contudo, pode ser aplicado a outros contextos. Por exemplo, quando você acaba aceitando fazer pautas demais relacionadas a outros assuntos e acaba gerando um gargalo, uma fila que se sobrepõe ao conteúdo que você realmente quer fazer no seu canal.

5. Cuidado ao definir as metas

Existe uma diferença crucial entre as metas que você pode definir para o seu canal no YouTube. Primeiramente, existem aquelas das quais você não tem controle, como número de inscritos, likes e comentários.

Portanto, passe a pensar em metas das quais você tenha controle como por exemplo definir novos formatos e alterações de cronograma, por exemplo.


Programar e definir como trabalhar no seu canal é um bom começo para ter sucesso no YouTube. Estas experiências de Caleb podem ser bastante pessoais, embora possam também servir de ensinamento para diversos outros tipos de conteúdo na plataforma.

Espero que tenham curtido. Não se esqueça seguir o canal da OZI no YouTube e acompanhar todas as dicas e vídeos por lá também. Até a próxima!

Deixe o seu comentário